Saúde Bucal.net

Você já deu sua escovadinha hoje?

  • Promovendo Saúde…

    Este espaço foi criado para promover a saúde bucal... num país de desdentados... quero com este espaço poder levar diversas informações sobre saúde , escovação, alimentação, sorrisos saudáveis com uma linguagem dinâmica e clara ... Obrigada pela sua visita e espero que seja de algum modo útil pra você! Volte sempre!
  • Dias sorridentes…

    julho 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Visitantes

    • 288,223 sorrisos saudáveis
  • Créditos

Archive for the ‘Saúde bucal’ Category

Pílula x Antibiótico

Posted by Drª Danny em julho 24, 2005

CUIDADO AO MISTURAR PÍLULA E ANTIBIÓTICO

 

Cerca de 70 milhões de mulheres em todo o mundo utilizam contraceptivos orais, mais conhecidos como pílulas anticoncepcionais. Além do esquecimento de tomar o comprimido, outros fatores estão associados à perda da eficácia desse método contraceptivo, como vômitos, diarréia e uso concomitante de outros medicamentos. É o que dizem Eduardo Andrade e José Ranali, da Universidade Estadual de Campinas, e Elisabete Corrêa, da Universidade Metodista de São Paulo, em artigo publicado na Revista de Odontologia da Universidade de São Paulo (volume 12; número 3). Se tomada junto com antibióticos (também chamados de antimicrobianos), a pílula pode não fazer efeito, deixando as mulheres desprotegidas contra uma gravidez indesejada.

De acordo com o artigo, essa constatação foi feita pela primeira vez em 1971. Pesquisadores notaram uma maior incidência de sangramento entre as menstruações em mulheres que usavam contraceptivos orais e, ao mesmo tempo, tomavam um antibiótico – a rifampicina – para tratamento da tuberculose. Esse sangramento, caso nunca tenha ocorrido antes, pode ser considerado um sinal clínico de que o método anticoncepcional perdeu sua eficácia. Alguns anos depois, um estudo mostrou que, de 88 mulheres que tomavam, simultaneamente, pílula e rifampicina, 62 tiveram distúrbios do ciclo menstrual e cinco engravidaram. Esse resultado é preocupante, considerando-se que o esperado é a pílula anticoncepcional falhar em apenas 1% das vezes.

Os contraceptivos orais, tradicionalmente formados por uma associação dos hormônios estrogênio e progesterona, atuam inibindo a ovulação, atrofiando o revestimento do útero e dificultando a passagem dos espermatozóides devido ao aumento da viscosidade do muco cervical. Para minimizar os riscos cardiovasculares e outros efeitos colaterais associados às pílulas, as dosagens hormonais desses remédios foram reduzidas. “Sob circunstâncias normais, estas concentrações mais baixas são bastante efetivas. Porém, na presença de antimicrobianos, os níveis hormonais, já reduzidos, podem cair ainda mais, comprometendo a eficácia dos contraceptivos orais”, explicam Elisabete, Andrade e Ranali no artigo.

Os hormônios da pílula são absorvidos pelo trato gastrintestinal, caem na corrente sangüínea e vão parar no fígado, onde 50% do estrogênio são transformados em outros compostos sem atividade anticoncepcional. Esses compostos se misturam à bile e, portanto, são lançados novamente no trato gastrintestinal. Uma parte deles é eliminada nas fezes e a outra sofre a ação de enzimas produzidas pelas bactérias que vivem no intestino. O produto dessa reação enzimática é o estrogênio ativo, que pode então ser reabsorvido, aumentando o nível do hormônio circulante no sangue e garantindo o efeito contraceptivo.

Os antibióticos (também chamados de antimicrobianos) destroem as bactérias intestinais e, conseqüentemente, não mais ocorrem aquelas reações enzimáticas que liberam estrogênio ativo, cujo nível diminui no sangue. Essa seria uma explicação para o fracasso dos contraceptivos orais quando tomados junto com antibióticos. No entanto, isso não explica porque as pílulas que contêm apenas progesterona perdem sua eficácia quando usadas simultaneamente com antimicrobianos.

A aceleração do metabolismo hepático é outro mecanismo pelo qual os antibióticos podem reduzir as concentrações hormonais e, portanto, levar ao fracasso das pílulas anticoncepcionais. “Existem, porém, dados conflitantes na literatura e ainda não há uma explicação definitiva para o processo”, afirmam Elisabete, Andrade e Ranali no artigo. Aliás, há quem defenda que a interação entre a pílula e o antimicrobiano não ocorre em todas as mulheres, mas apenas nas mais suscetíveis. “Mas, até o momento, não há meios para saber quais mulheres são mais suscetíveis a essa interação medicamentosa”, completam os autores.

“O uso dos antimicrobianos para profilaxia e tratamento de infecções orais é uma prática comum em Odontologia”, lembram os pesquisadores no artigo. Eles contam também que, “nos Estados Unidos, uma paciente que usava contraceptivo oral engravidou após ter tomado um antimicrobiano prescrito por um dentista. Ela levou o caso à Justiça e o Dentista foi obrigado a dar auxílio financeiro à criança. No Brasil, não há relatos desse tipo na literatura, mas essa é uma complicação que deve ser evitada, para o bem-estar de ambos, paciente e profissional”. É raro uma paciente informar ao dentista que toma pílula anticoncepcional. Por isso, ele deve adverti-la sobre o risco de interação medicamentosa e encaminhá-la a um médico.

Agência Notisa (jornalismo científico – scientific journalism)

Este Artigo foi Pesquisado no site:MEDCENTER-ODONTOLOGIA sendo os direitos autorais creditados aos seus Autores.

Posted in Saúde bucal | 11 Comments »

PREVINA-SE

Posted by Drª Danny em julho 23, 2005

Cuide do seu sorriso!
Em qualquer faixa etária é fundamental ter um sorriso bonito e saudável… Visite pelo menos 2 vezes ao ano o seu Dentista.
O barato não sai caro! A Prevenção das doenças dentárias e orais só poderá ser feita nas visitas de rotina, impedindo assim o aparecimento de doenças mais graves e tratamentos mais dispendiosos para os pacientes… Portanto, marque hoje mesmo uma consulta de Revisão, assim você estará ajudando o seu sOrRiSo a ficar de bem com a Vida!

Posted in Saúde bucal | 4 Comments »

TÉCNICA DE HIGIENIZAÇÃO DO BEBÊ

Posted by Drª Danny em março 31, 2005

Técnica de Higienização Para Bebês

Proceda a limpeza da boquinha do bebê da seguinte maneira:
Misture bem 1 (uma) colher de sopa de água oxigenada 10 volumes, mais 3 (três) colheres de sopa de água filtrada ou fervida. guarde em um frasco plástico tipo conta-gotas. Para a limpeza molhe uma ponta de fralda com essa solução, esfregando nos dentes e por dentro da boca, inclusive língua, no mínimo, uma vez ao dia, à noite, após a última mamada.
Aplicar flúor, quando o bebê tiver dentes, no mínimo uma vez por dia, após a última limpeza, antes de dormir. Colocar 4 gotas em cada ponta do cotonete. Com uma da pontas esfregar todas as faces dos dentes. Feito isso, dê o cotonete para a criança chupar.Lembrete: Jamais deixe o flúor ao alcance das crianças.
Controle o açúcar, evite as mamadas noturnas, evite alimentar entre as refeições.
Leve seu filho ao dentista antes de nascerem os primeiros dentinhos.Você deverá receber todas as orientações sobre limpeza, aplicação de flúor e sobre a dieta alimentar. Não se esqueça de voltar ao seu odontopediatra na data marcada.

Posted in Saúde bucal | 4 Comments »

ODONTOLOGIA PARA BEBÊS

Posted by Drª Danny em março 30, 2005

Você Sabia que:

1-Pode-se realizar o atendimento odontológico em seu bebê?
2-Ao levar seu bebê desde cedo ao consultório odontológico será reduzido em 90% a necessidade de tratamento curativo no futuro?
3-A limpeza/escovação após a erupção dos primeiros dentes pode evitar cárie e outras doenças?
4-A amamentação noturna pode causar cárie de mamadeira?
5-O flúor pode ser aplicado desde a erupção dos primeiros dentes?
6-O leite materno é essencial para o bebê, pois possui todos os nutrientes que a criança necessita. Após cada mamada, deverá ser feita a limpeza da boquinha do bebê, para que ele se acostumar com essa atividade e não estranhar quando for feita nos primeiros dentinhos.
É preciso saber que todos os tipos de leite provocam cárie, inclusive o leite materno.!

Posted in Saúde bucal | 19 Comments »

Diabetes X Saúde bucal

Posted by Drª Danny em março 12, 2005

Existe uma ligação entre a gengivite e a diabete?
As pesquisas mais recentes sugerem que há uma ligação entre a gengivite e a diabete. Embora já
se saiba que os diabéticos têm maior chance de desenvolver doença periodontal, novos estudos
indicam que a gengivite crônica pode ser um fator de risco para a diabete.
De que maneira? Bem, a gengivite pode fazer com que as bactérias entrem na corrente sangüínea
e ativem as células que produzem os sinais biológicos da inflamação e que têm um efeito
destrutivo no organismo. No pâncreas, as células responsáveis pela insulina podem ser danificadas
ou destruídas. Com isso, pode surgir a diabete Tipo 2, mesmo em pessoas que não têm outros
fatores de risco com relação à diabete.
O relatório do Ministério da Saúde sobre saúde bucal afirma que a saúde bucal é parte integrante
da saúde geral. Por isso, escove os dentes, use fio dental e consulte o dentista regularmente.
Por ser diabético corro um risco maior de ter problemas com os dentes?
Se seus níveis de glicose no sangue não forem bem controlados, você tem maior chance de
desenvolver gengivite e de perder dentes quando comparado a pessoas que não têm diabete.
Como todas as infecções, a gengivite pode ser um fator que eleva o açúcar do sangue e torna a
diabete mais difícil de ser controlada.
Outros problemas bucais relacionados com a diabete são: candidíase (sapinho- uma infecção
causada por um fungo que cresce na boca), boca seca que pode causar aftas, úlceras, infecções e
cáries.
Como evitar problemas dentários associados com a diabete?

Em primeiro lugar, o mais importante é você controlar o nível de glicose no sangue. Em seguida,
cuide bem dos seus dentes e gengiva e faça exames minuciosos a cada seis meses. Para controlar
as infecções por fungo, controle bem sua diabete, procure não fumar e, se usar dentadura,
remova-a e limpe-a diariamente. O controle adequado da glicose do sangue também ajuda a
evitar ou aliviar a boca seca causada pela diabete.
Que posso esperar das minhas consultas com o dentista? Devo contar a ele que tenho diabete?
As pessoas que têm diabete necessitam cuidados especiais e seu dentista está preparado para
ajudá-lo. Mantenha seu dentista informado sobre qualquer alteração em seu estado de saúde e
sobre os medicamentos que estiver tomando. Exceto em caso de emergência, não se submeta a
qualquer procedimento dentário se o açúcar no sangue não estiver bem controlado.

Posted in Saúde bucal | 2 Comments »

USO CORRETO DO FIO DENTAL

Posted by Drª Danny em março 9, 2005

Qual a maneira correta de usar o fio dental?

Usando o fio corretamente, ele remove a placa bacteriana e os resíduos de alimentos das áreas onde a escova dental não tem acesso, por exemplo a linha da gengiva e as áreas entres os dentes.Recomenda-se o seu uso diariamente pois a placa que fica nessas áreas pode levar ao aparecimento de cárie e doenças gengivais.

Modo de usar:

1-Enrole uns 40 cm de fio ao redor de cada dedo médio, deixando uns 10 cm entre os dedos.
2-Segurando o fio entre o polegar e o indicador das duas mãos, deslize-o levemente para cima e para baixo entre os dentes
3-Passe com cuidado o fio ao redor de cada base de cada dente,Nunca force o fio contra a gengiva, pode cortar e machucar o frágil tecido gengival.
4-Use a parte nova do fio dental para cada dente a ser limpo
5- Para remover o fio, usar movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes.


Qual o melhor tipo de fio?

Existem dois tipos, Fios de nylon (multifilamentado) e Fios de PTFE(monofilamentado)
No mercado há fios encerados ou não, com sabores ou não.O fio de nylon tem muitas fibras e pode rasgar durante o seu uso ou desfiar , principalmente quando os dentes são muito juntos.

Embora seja mais caro o fio de PTFE, ou filamento único , desliza facilmente entre os dentes, mesmo com pouco espaço, e não se rompe.
Usados de maneira correta os dois tipos de fio removem placa bacteriana e resíduos de alimentos adequadamente.

Posted in Saúde bucal | 7 Comments »

Uso do fio dental…

Posted by Drª Danny em março 9, 2005

 

Posted in Saúde bucal | 1 Comment »

A escolha da escova certa

Posted by Drª Danny em março 5, 2005

Que tipo devo usar?
1- Escovas macias são mais eficientes para remover a placa bacteriana e os resíduos de alimentos, deve também ter cabeça pequena para poder alcançar facilmente todas as áreas da boca, como os dentes de trás , por exemplo.
2-tipo de cabo,formato da cabeça e tipo das cerdas, escolha o que for mais confortável para você.
O importante é usar uma escova que se ajuste bem à sua boca e alcance todos os dentes.
3-Pessoas com dificuldade para escovar ou destreza manual limitada, a escova elétrica é boa alternativa.

Quando devo trocar minha escova dental?
Troque sua escova dental a cada 3 meses ou quando perceber que as cerdas estão gastas.
É muito importante que troque a escova depois de uma gripe ou forte resfriado, e depois de amigdalites para diminuir o risco de uma nova infecção por meio dos germes que ficam aderidos as cerdas.

Posted in Saúde bucal | Leave a Comment »

Eu amo Odontologia…

Posted by Drª Danny em março 2, 2005

Faculdade de Odontologia de Campos

Fiz Odontologia na faculdade de Odontologia de Campos ,interior do estado do Rio de Janeiro.Sou formada desde 2001, não faz muito tempo, mas com certeza me formei com louvor e por amor à profissão.
Quero através desse humilde blog, apresentar que ,não tenho pretenções de postar matérias científicas e discussões em vão e sim fazer com que , através desse veículo eu possa divulgar minha profissão e incentivar as pessoas a cuidarem de seus dentes e de sua saúde geral…Procuro com esse espaço realizar um trabalho social e coletivo, usando esse meio para levar bem-estar até as pessoas…

Posted in Saúde bucal | 4 Comments »

ESCOVAÇÃO

Posted by Drª Danny em março 1, 2005

É fundamental a escovação correta e cuidadosa dos dentes.
A escova dental exerce função importante na remoção de placa bacteriana , previnindo, assim, a cárie dentária e as doenças periodontais também conhecidas como doenças das gengivas.
1- Sem tirar a escova do lugar e num ângulo de 45 graus com a gengiva faça movimentos vibratórios em todos os dentes, um a um, nas arcadas superior e inferior.


2-Na arcada superior, execute os movimentos de cima para baixo, do lado esquerdo para o direito, nas duas faces dos dentes.


3-Na arcada inferior,faça movimentos de varredura, de baixo para cima, do lado esquerdo para o direito, nas duas faces dos dentes.

4-Nos dentes da frente, superiores e inferiores, posicione a escova verticalmente na parte interna e faça movimentos de vai e vem.



Depois dos dentes escovados não se esqueça de escovar a língua, ela também reúne as bactérias e resíduos alimentares.

Posted in Saúde bucal | 1 Comment »

SORRISO, UM DIREITO DE TODOS !

Posted by Drª Danny em fevereiro 26, 2005

Esse é o blogger do Sorriso !
Aqui poderemos trocar experiências, responder às perguntas mais frequentes e compartilhar idéias .

Amigos do seu sorriso!
AQUI VOCÊS RECEBERÃO INFORMAÇÕES PARA MANTER O SEU SORRISO SEMPRE
BONITO E SAUDÁVEL.

Posted in Saúde bucal | 3 Comments »